EM geralTipos

Tipologia da EM

By 22nd Maio 2019 No Comments

Tipologia da EM

A tipologia da EM é definida segundo a forma como a doença evolui ao longo dos anos, sendo os seguintes tipos os mais frequentes:

 

  • Esclerose Múltipla Surto Remissão (EMSR)

A EM Surto Remissão é a forma mais comum da doença, caraterizada por período de surtos que, geralmente, voltam ao seu estado normal (estado de «remissão»). Os surtos são um dos sinais distintivos da patologia e são normalmente episódios agudos de manifestações de um ou mais sintomas novos, ou o agravamento de um sintoma já existente, com uma duração sempre superior a 24 horas.

Durante um surto, de uma maneira geral, os sintomas desenvolvem-se no decorrer de alguns dias, permanecendo constantes durante três ou quatro semanas, desaparecendo depois em cerca de um mês. Durante este período de tempo é possível a recuperação total ou parcial dos sintomas experimentados. Para se considerarem dois surtos distintos, num curto espaço de tempo, é necessário que entre o início de ambos exista um intervalo de 30 dias.

Em algumas pessoas com EMSR, o curso da doença torna-se progressivo, ou seja, passados alguns anos poderão evoluir para Esclerose Múltipla Secundária Progressiva (EMSP).

  • Esclerose Múltipla Secundária Progressiva (EMSP)

A EM Secundária Progressiva, antes apelidada de Esclerose Múltipla Progressiva Crónica, desenvolve-se após uma fase inicial de surto-remissão com duração variável (geralmente superior a 10 anos). Algumas pessoas com EMSP ainda apresentam surtos, mas, nesta fase, a recuperação dos sintomas experimentados no decorrer do surto já não é total em muitos dos casos e, com o tempo, estes passam por um aumento gradual e contínuo dos sintomas e do nível de incapacidade.

  • Esclerose Múltipla Primária Progressiva (EMPP)

Na EM Primária Progressiva, os sintomas agravam-se de forma constante desde o início do diagnóstico. A sua incapacidade evolui gradualmente e pode estabilizar em determinada altura ou continuar a agravar-se durante meses ou anos. Esta forma de EM é progressiva e não apresenta períodos claros de surtos ou remissão. Surge normalmente numa idade mais avançada, afetando normalmente pessoas com 40 anos ou mais, ocorrendo muito raramente em idades inferiores.

A EMPP tem também a mesma probabilidade de ocorrência em homens e mulheres, sendo o prognóstico geralmente pior do que para outros tipos.

“O ABC DA ESCLEROSE MÚLTIPLA – O seu apoio a cada momento”, Catarina Fernandes, Celena
X