Existem necessidades especiais e precauções na gravidez?

A maioria das mulheres com Esclerose Múltipla (EM) sente-se bem durante a gravidez, sem que tenha que ter alguma necessidade especial ou precaução nesta fase. Contudo, alguns sintomas que ocorrem na EM são também comuns à gravidez, o que pode fazer com que seja difícil distinguir a sua causa.

A fadiga, por exemplo, é muitas vezes um problema do início da gravidez, mas pode fazê-la pensar que o seu cansaço devido à MS piorou. Por sua vez, a sensibilidade ao calor e os distúrbios do sono também podem aumentar durante a gravidez, levando a um maior cansaço.

Os sintomas da bexiga, como a maior frequência e urgência, podem sentir-se mais devido à pressão na bexiga pelo útero.

Também é importante que esteja atenta às infeções do trato urinário, que podem ser mais prevalentes na gravidez e afetar seus sintomas de EM.

Por fim, os problemas de mobilidade têm tendência a agravar-se no final da gravidez devido ao aumento do peso do bebé e mudanças na postura.

De qualquer forma, as experiências de gravidez das mulheres são altamente variáveis e quaisquer sintomas novos ou agravantes devem ser discutidos com a equipa de saúde nas consultas de acompanhamento.

Fontes:

PT/NONNI/0819/0064, aprovado em 09/2019

X