Há muitas coisas em que pensar quando se prepara para o nascimento do seu bebé. Algumas das coisas que deve considerar ao fazer o seu plano de parto estão indicadas abaixo.

Trabalho de parto e nascimento

  • A sua Esclerose Múltipla significa que tem menor mobilidade e flexibilidade limitada?

–– Considere de que forma as ferramentas que a ajudam a lidar com as coisas em casa também a poderiam ajudar na sala de partos.

  • Talvez seja boa ideia falar com a equipa médica que vai cuidar de si durante a gravidez sobre de que forma os sintomas da Esclerose Múltipla poderão afetar o seu trabalho de parto.

––A equipa poderá encaminhá-la para um fisioterapeuta durante a gravidez, para ajudá-la a preparar-se para o trabalho de parto.1

Alívio da dor

  • Pense em que tipo de alívio da dor prefere.

Terceira etapa (expulsão da placenta)

Antes de entrar em trabalho de parto, pode falar com a sua equipa médica sobre como a placenta será expulsa. Existem duas formas de expulsão da placenta: expulsão assistida ou expulsão natural.

Situações inesperadas (por exemplo, partos assistidos)

  • Pode acontecer que o seu trabalho de parto demore mais tempo por causa da Esclerose Múltipla e que se sinta cansada mais facilmente, especialmente se tiver fadiga causada pela EM.2
  • Poderá precisar de ajuda para ter o seu bebé, principalmente se a sua mobilidade for limitada. A equipa médica que está a cuidar de si poderá utilizar instrumentos (por exemplo, fórceps ou uma ventosa) para a ajudar a dar à luz o seu bebé.2-4
  • Se a saúde do seu bebé puder estar em risco, poderá ser necessário fazer uma cesariana para acelerar o nascimento.2-5

Onde posso encontrar mais informações?

  • O seu neurologista e ginecologista
  • O seu médico de família
  • O seu programa de apoio ao doente com EM (se houver um disponível na sua zona de residência)
  • O sítio Web de uma associação local de EM (se houver uma associação na sua zona de residência)
  • Blogues, Instagram, canais do YouTube e grupos de conversação online em redes sociais organizados por outras mães com Esclerose Múltipla

 

Referências:

  1. Dobson R, Dassan P, Roberts M, et al. UK consensus on pregnancy in multiple sclerosis: ‘Association of British Neurologists’ guidelines. Pract Neurol 2019;19:106–14
  2. Stuart M, Bergstrom L. Pregnancy and multiple sclerosis. J Midwifery Womens Health 2011;56:41–7
  3. Amato MP, Bertolotto A, Brunelli R, et al. Management of pregnancy-related issues in multiple sclerosis patients: the need for an interdisciplinary approach. Neurol Sci 2017;38:1849–58
  4. Fragoso YD, Adoni T, Brooks JBB, et al. Practical evidence-based recommendations for patients with multiple sclerosis who want to have children. Neurol Ther 2018;7:207–32
  5. Office on Women’s Health. Body changes and discomforts. Disponível em: https://www.womenshealth.gov/pregnancy/youre-pregnant-now-what/ body-changesand- discomforts [Consultado em 20 de setembro de 2020]
Partilhar:
X