Algumas coisas que pode esperar ao longo dos próximos 9 meses

A sua EM não a deve impedir de ter uma gravidez e um bebé saudáveis, e é provável que os seus cuidados pré-natais sejam iguais aos que receberia se não tivesse EM. Há muitas coisas pelas quais ansiar durante a gravidez, incluindo:

A quem devo contar que estou grávida?

Deve discutir a sua gravidez com o seu neurologista e enfermeiro de EM o mais rápido possível, para ajudá-la a gerir a sua EM durante a gravidez e após o nascimento do bebé. Também deve informar o seu médico e a equipa clínica que vai cuidar de si durante a gravidez de que tem EM. Esta equipa não é igual para todas as pessoas, mas geralmente inclui um obstetra ou ginecologista, parteiras e enfermeiros. É provável que receba os mesmos cuidados que as mulheres que não têm EM.

Poderá ser útil pedir uma carta ao seu neurologista para anexar ao seu ficheiro de maternidade e assim informar os profissionais de saúde que vão cuidar de si durante a gravidez (por exemplo, o ginecologista, parteira ou obstetra) sobre a sua EM. A carta pode incluir conselhos sobre a anestesia e gestão da dor durante o parto.

Não se esqueça de informar o seu neurologista com antecedência se pretende amamentar. Se precisar de começar a tomar um medicamento para a EM imediatamente após o nascimento do bebé, o médico poderá prescrever um medicamento que possa ser tomado enquanto estiver a amamentar.

O que esperar da gravidez?

A gravidez pode ser uma experiência emocionante, mas também pode colocar o seu corpo sob mais pressão do que o normal. Há vários sintomas físicos que poderá ter em diferentes fases da gravidez.1-4

Estes podem ser completamente normais e podem ser iguais para mulheres com ou sem EM. Se estiver preocupada com algum destes sintomas, fale com o seu médico, ele vai poder ajudá-la a encontrar formas de os controlar.

Sintomas que poderá ter

PRIMEIRO TRIMESTRE
(Semanas 0 a 12)
SEGUNDO TRIMESTRE
(Semanas 13 a 27)
TERCEIRO TRIMESTRE
(Semanas 28-40)

Infeções urinárias

Infeções urinárias (ou do trato urinário) são comuns durante a gravidez, e podem ser mais prováveis em mulheres com EM.5-7 São fáceis de tratar, mas, se não forem tratadas, podem agravar temporariamente os sintomas da EM ou provocar um surto.5,8 Há também a probabilidade de poderem induzir o trabalho de parto antes de tempo.9,10

Esteja atenta aos sintomas de infeção urinária. Estes incluem cansaço, dor de costas ou no estômago, vontade de urinar mais frequente, dor ou sensação de ardor ao urinar, apenas conseguindo fazer pequenas quantidades de urina de cada vez, ou urina turva ou com um odor intenso.11

 

Referências:

1- National Health Service. Signs and symptoms of pregnancy. Your pregnancy and baby guide. Disponível em: https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/signs-and-symptoms-pregnancy/ [Consultado em 20 de setembro de 2020]

2 – National Health Service. Week-by-week guide to pregnancy. Disponível em: https://www.nhs.uk/start4life/pregnancy/week-by-week/1st-trimester/week-4/ [Consultado em 20 de setembro de 2020]

3-  Office on Women’s Health. Body changes and discomforts. Disponível em: https://www.womenshealth.gov/pregnancy/youre-pregnant-now-what/ body-changesand-discomforts [Consultado em 20 de setembro de 2020]

4- Victoria State Government. Pregnancy stages and changes. Disponível em: https://www.betterhealth.vic.gov.au/health/HealthyLiving/pregnancy- stages-and-changes [Consultado em 20 de setembro de 2020]

5 – Mahadeva A, Tanasescu R, Gran B. Urinary tract infections in multiple sclerosis: under-diagnosed and under-treated? A clinical audit at a large university hospital. Am J Clin Exp Immunol 2014;3:57–67

6 – Chen YH, Lin HL, Lin HC. Does multiple sclerosis increase risk of adverse pregnancy outcomes? A population-based study. Mult Scler 2009;15:606-12

7 – MacDonald SC, McElrath TF, Hernández-Díaz S. Pregnancy outcomes in women with multiple sclerosis. Am J Epidemiol 2019;188:57–66

8 – Dobson R, Dassan P, Roberts M, et al. UK consensus on pregnancy in multiple sclerosis: ‘Association of British Neurologists’ guidelines. Pract Neurol 2019;19:106–14

9 – Moutquin J-M. Classification and heterogeneity of preterm birth. BJOG 2003;110(Suppl. 20):30–3

10 – Goldenberg RL, Culhane JF, Iams JD, et al. Epidemiology and causes of preterm birth. Lancet 2008;371:75–84

11 – Multiple Sclerosis Trust. Urinary tract infection (UTI). Disponível em: https://www.mstrust.org.uk/a-z/urinary-tract-infection-uti [Consultado em 20 de setembro de 2020]

Partilhar:
X