Poderá estar em risco de ter um surto após o parto, por isso é importante pensar em quando reiniciar o tratamento.1,2 Quão cedo reinicia o seu tratamento pode depender da gravidade da sua EM.2

Se tinha EM muito ativa antes de engravidar, poderá ser necessário reiniciar o tratamento o mais rápido possível após o parto.1,3 Se a sua EM antes e durante a gravidez era ligeira ou moderada, talvez não seja preciso reiniciar o tratamento imediatamente após o parto, mas terá de ser vigiada.1

 

Referências:

1 – Hughes SE, Spelman T, Gray OM, et al. Predictors and dynamics of postpartum relapses in women with multiple sclerosis. Mult Scler 2014;20:739–46

2 – Amato MP, Bertolotto A, Brunelli R, et al. Management of pregnancy-related issues in multiple sclerosis patients: the need for an interdisciplinary approach. Neurol Sci 2017;38:1849–58

3 – Hellwig K. Pregnancy in multiple sclerosis. Eur Neurol 2014;72(Suppl. 1): 39–42

Partilhar:
X