Partilhar:

Desde meados de março que a maioria dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde suspendeu a maioria da sua atividade não urgente para fazer face à pandemia por Covid-19.

Nesse contexto, análises e exames de controlo não urgentes poderão ser adiados, nomeadamente para evitar o risco de exposição ao vírus em deslocações ao hospital que não sejam absolutamente necessárias.

Na maioria dos hospitais,  as consultas têm sido mantidas e realizadas através do recurso à telemedicina, maioritariamente por telefone. Esta prática está de acordo com as orientações da Federação Internacional de Esclerose Múltipla, que recomenda que, sempre que possível, se opte por alternativas às consultas presenciais durante a pandemia.

Não deixe de contactar o seu médico ou enfermeiro em caso de suspeita de surto. Não deixará de ter o seu acompanhamento na gestão de situações urgentes.

 

Fonte

MS International Federation (https://www.msif.org/)

PT/NONNI/0420/0043, aprovado em 04/2020


Partilhar:
X