Partilhar:

O uso de máscara deve ser feito de acordo com as recomendações da DGS (ver)

Podem ser utilizadas máscaras cirúrgicas e máscaras não-cirúrgicas.

Existem 3 tipos de máscaras:

  • Respiradores (Filtering Face Piece, FFP), para proteção individual e destinadas aos profissionais de saúde, de acordo com a Norma 007/2020 da DGS;
  • Máscaras cirúrgicas, feitas com materiais específicos e certificadas, previnem a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que as utilizam;
  • Máscaras não-cirúrgicas, comunitárias ou de uso social, feitas com diferentes materiais têxteis, destinados à população geral, não certificadas.

As Máscaras cirúrgicas são recomendadas particularmente para:

  • pessoas com COVID-19 suspeita ou confirmada
  • quem está no interior de instituições de saúde
  • determinados grupos de risco. idade superior a 65 anos, doenças crónicas e estados de imunossupressão, etc

As máscaras não-cirúrgicas (comunitárias ou de uso social) são recomendadas para uso comunitário nas restantes situações de exposição social e em espaços interiores fechados, nomeadamente supermercados, farmácias, lojas ou estabelecimentos comerciais, transportes públicos, etc. 

Não esquecer que o uso de máscaras na comunidade constitui uma medida adicional de proteção, pelo que não dispensa a adesão às regras de distanciamento social, de etiqueta respiratória, de higiene das mãos e a utilização de barreiras físicas, tendo de ser garantida a sua utilização adequada.

Como colocar a máscara cirúrgica?

Sempre que seja indicada a utilização de máscara cirúrgica, o seu correto uso deve obedecer ao cumprimento dos seguintes passos:

  1. Higienização das mãos, com água e sabão ou com uma solução à base de álcool, antes de colocar a máscara;
  2. Colocação da máscara cirúrgica com o lado branco (face interna) virado para a cara, e o lado com outra cor (face externa) virado para fora;
  3. Ajuste da extremidade rígida da máscara ao nariz, cobrindo a boca, o nariz e o queixo com a máscara, certificando que não existem espaços entre o rosto e a máscara;
  4. Não se deve tocar na máscara enquanto esta estiver em utilização; caso tal aconteça, deve ser feita imediatamente higienização das mãos;
  5. A máscara deve ser substituída por uma nova assim que se encontre húmida;
  6. Não devem ser reutilizadas máscaras de uso único;
  7. A remoção da máscara deve ser feita a partir da parte de trás (não tocando na frente da máscara), segurando nos atilhos ou elásticos;
  8. A máscara deve ser descartada para um contentor de resíduos;
  9. Deve ser feita nova higienização das mãos, no final da utilização da máscara.

 

 

Fontes
DGS (www.dgs.pt)

PT/NONNI/0420/0045, aprovado em 04/2020


Partilhar:
X