Tenho EM – Não posso engravidar?

MITO! Hoje sabe-se que a gravidez não tem um efeito negativo sobre a EM. Aliás, na maioria dos casos, a mulher grávida com EM experimenta um chamado “período de graça” hormonal, quase sem sintomas. Além disso, existem atualmente terapêuticas que permitem um planeamento da gravidez. Deverá sempre consultar o seu médico.

Tenho EM – Vou ser despedido?

MITO e VERDADE! A EM não implica deixar de trabalhar e não impõe necessariamente restrições no desempenho da profissão, embora, em algumas situações, a vida profissional diária possa ser afetada. Mesmo nesses casos, não significa que tenha que deixar a sua profissão. Um diálogo sincero e aberto com os colegas e chefias vai permitir uma adaptação da tarefas ou do próprio local de trabalho, se for necessário. Infelizmente, ainda existem entidades patronais que, por falta de informação, estigmatizam as pessoas com EM, concretizando o despedimento.

A EM é uma doença mortal?

MITO! Com os novos fármacos modificadores da doença a maioria das pessoas com EM pode viver uma vida com qualidade, sem surtos e com uma esperança de vida semelhante à de qualquer outra pessoa. Infelizmente, em algumas situações, as complicações podem provocar a imobilização mais cedo do que o esperado, com uma redução precoce também das capacidades cognitivas. No entanto, esses são casos mais raros.