Partilhar:

O que posso fazer para evitar contrair COVID-19?

Para reduzir a exposição e transmissão da doença deve seguir as recomendações gerais de higiene, de etiqueta respiratória e de distanciamento social da Direção-Geral da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS), bem como as orientações específicas da Federação Internacional de Esclerose Múltipla (FIEM).

De salientar que os cuidadores e familiares que moram ou visitam regularmente a pessoa com esclerose múltipla também devem seguir estas recomendações para reduzir a possibilidade de levar a infeção para dentro de casa!

Medidas de etiqueta respiratória

  • Tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo.

Lavagem das mãos

  • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes.
  • Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%.

Se ainda tem dúvidas, veja como o fazer neste vídeo:

 

Outras medidas

  • Tentar manter pelo menos 1 metro de distância relativamente a outras pessoas, especialmente daquelas que estão a tossir ou espirrar;
  • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória;
  • Evitar tocar na cara com as mãos, a menos que estejam limpas;
  • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado;
  • Se ficar doente ou tiver estado em contacto com um caso confirmado de COVID-19, deve telefonar para a linha Saúde 24 (808 24 24 24) e seguir as indicações.

 

Técnicas de limpeza de superfícies

  • Siga o protocolo para uma correta desinfeção das superfícies.

 

Medidas específicas para os doentes com esclerose múltipla

A Federação Internacional de Esclerose Múltipla (FIEM) recomenda ainda às pessoas com EM:

  • Evitar reuniões presenciais e multidões de pessoas;
  • Evitar usar transportes públicos sempre que possível;
  • Sempre que possível usar alternativas para consultas médicas de rotina presenciais (por exemplo, consultas por telefone ou videoconferência).

Segundo a FIEM, as pessoas com esclerose múltipla com mais de 60 anos, em especial aquelas com doenças pulmonares ou cardíacas, devem ter uma atenção redobrada às medidas de prevenção e proteção para reduzir o risco de contrair COVID-19.

Além da idade e presença de outras doenças crónicas, outros fatores diretamente associados à EM (sobretudo se tiver vários destes fatores), podem fazer com que seja considerado de maior risco para doença grave por COVID-19. Estes fatores incluem a restrição significativa da mobilidade, particularmente se necessitar de utilizar cadeira de rodas. Nesse caso, deverá seguir as recomendações da DGS para os grupos de risco e enquanto a pandemia estiver ativa:

  • Evitar o contacto próximo com pessoas, evitando receber visitas em casa, incluindo amigos e familiares, não essenciais aos seus cuidados diários;
  • Só sair de casa se for estritamente necessário, dando preferência ao teletrabalho.

Se tiver dúvidas sobre o risco associado ao seu tratamento ou sobre eventuais medidas adicionais de prevenção de risco, deverá contactar o seu médido ou enfermeiro.

Para mais informações, poderá consultar na íntegra as recomendações da FIEM (https://www.msif.org/news/2020/02/10/the-coronavirus-and-ms-what-you-need-to-know/) e do Grupo de Estudos de Esclerose Múltipla (GEEM) da Sociedade Portuguesa de Neurologia (https://www.esclerosemultipla.info/noticias-em/coronavirus-e-em-nota-informativa-do-grupo-de-estudos-da-esclerose-multipla-geem/).

 

Precisa mesmo de sair?

Então saiba qual deve ser o seu comportamento quando vai às compras ou tem de usar um transporte público.

  • Cuidados nas compras
  • Faça uma lista de compras antes de sair;
  • Lave as mãos antes de sair de casa;
  • Coloque uma máscara de proteção individual antes de entrar no supermercado;
  • Enquanto aguarda pela vez de entrar no supermercado, mantenha sempre pelo menos 1,5 metros de distância da pessoa à sua frente;
  • Se necessitar de apanhar um elevador ou circular em escadas rolantes para aceder ao supermercado, mantenha a mesma distância de segurança;
  • No supermercado, faça as compras no menor tempo possível;
  • Prefira usar os seus sacos em vez dos cestos ou carrinhos dos supermercados;
  • Após entrar no supermercado ou loja, não deve tocar no seu rosto, nariz ou olhos até chegar a casa e desinfetar as mãos;
  • Quando estiver na fila da caixa para pagar, deve manter a mesma distância de segurança das outras pessoas e também do operador da caixa;
  • Evite usar dinheiro para pagar, pois o novo coronavírus sobrevive cerca de quatro horas nas moedas;
  • Coloque as suas compras nos sacos que levou de casa, lembre-se de que não deve tocar no rosto.
  • Quando chegar a casa lave bem as mãos, retire a sua máscara pelos elásticos, com o cuidado de não tocar na parte exterior e coloque-a no lixo. Depois, pode voltar a lavar as mãos e, finalmente, retirar os alimentos dos sacos para uma superfície limpa e desinfetada, de preferência com um pouco de lixívia diluída em água;
  • Os sacos de compra reutilizáveis devem ser também higienizados;
  • Lave as frutas e legumes com água corrente.
  • Cuidados nos transportes públicos
  • Antes de sair de casa lave muito bem as mãos e coloque a máscara de proteção individual.
  • Evite grandes aglomerações e horas de maior fluxo, procurando sempre que possível manter uma distância de segurança de pelo menos 1,5 metros dos restantes passageiros;
  • Evite tocar no nariz, na boca, nos olhos ou restante cara evitando a transmissão de germes.
  • Quando chegar ao local para onde se dirige, ou quando chegar a casa, lave bem as mãos, retire a sua máscara pelos elásticos, com o cuidado de não tocar na parte exterior e coloque-a no lixo. Depois pode voltar a lavar as mãos.

Fontes:

Direção-Geral da Saúde (covid19.min-saude.pt/)
MS International Federation (www.msif.org/)
World Health Organization (www.who.int/)
MSIFwww.msif.org)
Nota informativa GEEM (https://www.esclerosemultipla.info/noticias-em/coronavirus-e-em-nota-informativa-do-grupo-de-estudos-da-esclerose-multipla-geem/)

PT/NONNI/0420/0040, aprovado em 04/2020


Partilhar:
X